728 x 90
[lbg_audio8_html5_shoutcast settings_id="1"]

QUAL O MOMENTO CERTO PARA TROCAR O ÓLEO DO CARRO?

Ter um automóvel requer uma série de responsabilidades para com a sua manutenção, e se levarmos em conta que a venda de carros no Brasil é uma das mais expressivas do planeta, será que todos os motoristas realmente fazem a troca de óleo direitinho? Independente do modelo, seja um Fiat 500, uma Ford EcoSport ou ainda um Volkswagen Gol, é imprescindível que se fique atento às manutenções de cada modelo, seguindo à risca as recomendações dos fabricantes para evitar qualquer tipo de dor de cabeça. Neste artigo, você irá descobrir todas as orientações para a troca de óleo do seu automóvel. Acompanhe.
ENTENDENDO O ÓLEO DO MOTOR: Você sabe quais são as funções do óleo de motor, quando está dentro da peça? Este componente auxilia na limpeza, na lubrificação e, principalmente, na refrigeração do motor. A má utilização do óleo ou até mesmo o adiamento da manutenção deste componente pode causar problemas sérios ao carro. É importante lembrar também que misturar os tipos de óleos existentes para “abastecer” o motor pode ser fatal. Contar com a ajuda do seu mecânico de confiança, na hora de escolher o óleo correto para o seu carro, é fundamental.
TIPOS DE ÓLEO DISPONÍVEIS NO MERCADO: Atualmente, existem 3 tipos de óleos específicos para motores, disponíveis no mercado:
⦁ Sintético: Este tipo de óleo é obtido por meio de reações químicas e pode ser considerada a opção mais pura.
⦁ Semi-sintético: Já o semi-sintético é um óleo que traz a união das opções sintética e mineral.
⦁ Mineral: Por sua vez, o óleo mineral é composto pela união de diversos componentes extraídos do óleo sintético.
FICAR DE OLHO É IMPORTANTE: Mesmo com a venda de carros em alta, muitos motoristas ainda não possuem a consciência de que o veículo precisa de muita atenção e cuidado. Em relação ao óleo do automóvel, não é diferente. É preciso estar atento a quantidade para evitar problemas desnecessários e acabar fazendo com que o barato não se torne caro. O tempo ideal para verificar se o óleo do motor do seu carro está ok é de um mês, ou seja, mensalmente, será preciso avaliar se o lubrificante não está “em falta”. Quando falamos de carros usados e já fora de linha, como é o caso do Fiat 500, por exemplo, a indicação é que se presente atenção ao óleo do motor em um período de 15 em 15 dias.
RENOVAÇÃO TOTAL DO ÓLEO: Sempre que for realizar a manutenção do seu veículo e o mecânico sugerir a troca total do óleo do motor, também é importante fazer a mudança do filtro, pois ele acaba perdendo a força necessária para cumprir sua função dentro do motor, com o tempo. Lembre-se óleo novo, filtro novo. De nada adianta andar por aí com o óleo renovado e o filtro sujo.
O MOMENTO CERTO PARA TROCAR: Assim como a venda de carros, a venda de óleos possui especificações próprias, e para saber o período certo para realizar a troca de óleo do seu veículo, basta verificar na embalagem do óleo. Algumas marcas oferecem um período de 10 mil quilômetros rodados para que seja preciso realizar a troca de óleo, já outras possui um tempo menor, de 5 mil quilômetros rodados. Para saber se está na hora de trocar o óleo é preciso ficar atento a dois fatores: o primeiro é a verificação mensal ou quinzenal e o segundo é o tempo de rodagem que seu carro está apresentando e se o mesmo está dentro dos parâmetros apresentados pelo fabricante.
Gostou destas dicas? Então compartilhe este artigo com seus amigos. E se quiser saber mais sobre como funciona a troca de óleo ou ainda conhecer modelos de veículos como o Fiat 500 de maneira detalhada, não deixe de seguir nossos perfis nas redes sociais e acompanhar todos os nossos conteúdos exclusivos.

Créditos: Pixabay
banner plan materia
floricultura

Comentarios

os comentaio sao de sua problia responsabilidade *

Novidades